O aglomerado de indivíduos em massa no espaço e tempo presente, formou hoje a sociedade egoísta na qual vivemos, somos frutos de que a dor empática é obstruída pela forma do próprio “eu” ser mais importante, independente da situação. Estreitamos limites e passamos a ser individualista dentro da comunidade.

O direito individual está relatado pela liberdade, igualdade, segurança  e propriedade, entretanto com a violência deliberada em qualquer rincão, somos obrigados a criar uma cultura nova de comunidade. Fechamos as portas para nossos vizinho, limitamos as amizades, deixamos de fazer coisas comuns visando a segurança. Contudo, automaticamente nos tornamos apático inconscientemente, deixando a palavra “comunidade” com um novo significado.

Hoje a harmonia entre indivíduos é aquela que não há trocas palavras, assim não incomoda. A concordância pode ser vista como medo, religião pode ser início de violação, a cultura fecha as portas e o território pode estar bem guardado, seja ela por porteiros ou armas do morro. O fato é que a liberdade não existe, a comunidade foi extinta há alguns anos  e não percebemos porque ela foi paulatinamente acabando.  

Quando nos referimos que temos dor, a expressões de indiferença são as mais variáveis. A empatia pelo próximo foi substituída  pelo medo, de que nossos instintos poderão ser enganados. Devido as  circunstância de que cada metro quadrado possuir uma demografia  densa, com pessoas com direitos que sobressai ao do próximo, e por isso, saímos de casa sem saber se vamos voltar.

Todo cuidado é pouco, mas podemos tentar cultivar a essência do ser humanos, na qualidade de racionalidade. Diferencia o bem do mal é uma tarefa difícil com maior probabilidades de erros, entretanto, as grandes Histórias são formadas por pessoas  que se arriscaram em pro do antagonismo natural do egoísmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora